PTTMetro atinge 500 participantes autônomos

Postado em: 4 de junho de 2013 - Por: Marcelo Ramos

logo-ptt.br
O PTTMetro atingiu no dia 03/06/2013 a marca de 500 participantes autônomos.

Os Pontos de Troca de Tráfego Metropolitanos (PTTMetro), operados pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), atingiram a marca de 500 Sistemas Autônomos (“Autonomous Systems – ASs”) conectados. Este número representa 25% da dos ASs registrados no Brasil. O PTTMetro troca mais de 180 Gbit/s de tráfego de Internet através do projeto.

“Essa marca de 500 ASNs coloca o PTTMetro entre os cinco maiores pontos de troca de tráfego do mundo em número de participantes, juntamente com AMS-IX (Holanda), DE-CIX (Alemanha), LINX (Reino Unido) e MSK-IX (Rússia)”, ressalta Milton Kaoru Kashiwakura, Diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento do NIC.br.

InfoLink no PTTMetro

O InfoLink aderiu ao PTTMetro em novembro de 2012. Hoje aproximadamente 15% do tráfego internet do InfoLink passa por esta rota.

Vantagens para os clientes InfoLink

As vantagens para os clientes InfoLink com o uso do PTTMetro são muitas. A principal é a adição de mais uma alternativa de rota ao backbone InfoLink. Os equipamentos conectados à Internet determinam a rota mais eficiente para a troca de informações (envio de e-mails, visita a páginas WEB etc) solicitada por nossos clientes ou clientes de nossos clientes e o processo como um todo se torna mais rápido.

Além disso, na eventual queda de uma das rotas, os equipamentos automaticamente identificam a rota com problemas e sugerem alternativas de tráfego, permitindo a nossos clientes continuar visitando e serem visitados sem problemas.

Uma outra vantagem é que 14 dos 22 PTTs possuem uma cópia dos servidores de DNS responsáveis pela internet no Brasil. Com isto, caso um dos servidores de DNS principais, disponíveis a toda a internet, sofra um ataque, quem está conectado diretamente no PTTMetro não é afetado. Além disso, as consultas são feitas nestas cópias o que torna o processo muito mais rápido.

Se você desejar maiores informações sobre esta marca visite a nota no site do PTT.

Leia também