Projeto de fibra óptica Angola/Brasil terá capacidade de 40tbps

Postado em: 31 de janeiro de 2014 - Por: Ana Pimentel

South Atlantic Cable System (SACS) ligará Luanda à Fortaleza

South Atlantic Cable System (SACS) ligará Luanda à Fortaleza

A Angola Cables irá inaugurar um sistema de fibra óptica que ligará a África à América do Sul entre o final de 2015 e início de 2016. Trata-se do primeiro sistema transatlântico de fibra óptica do Hemisfério Sul, com um investimento de cerca de 160 milhões dólares.

A implementação do projeto de criação de um novo cabo submarino, que ligará Luanda e Fortaleza, com 6 mil quilômetros de extensão e capacidade de 40 Tbps, irá conectar mais rapidamente o Brasil à África e à Ásia, sem precisar passar por hubs do Atlântico Norte. “Essa ligação vai permitir um acesso mais rápido da América do Sul à Ásia, eliminando a passagem pela América do Norte e Europa, diminuindo a distância entre as bolsas de São Paulo e Hong Kong, o que pode ser bastante interessante para o mercado financeiro”, comenta António Nunes, presidente do Conselho Executivo da Angola Cables.

A escolha da capital cearense se deu por sua localização, com uma distância menor entre Angola e Brasil. A partir desta ligação, o South Atlantic Cable System (SACS) será ampliado simultaneamente para São Paulo, Santos e Miami, com investimento de mais 100 milhões de dólares.

Leia também