Plugins para WordPress: para que servem e como instalar?

Postado em: 6 de julho de 2015 - Por: Alberto Martins

wordpress-plugins

 

Se você busca estender as funcionalidades do seu WordPress, como por exemplo, otimizar o desempenho de seu blog ou até mesmo proteger seus posts contra spammers com comentários indesejados, com certeza você precisa de um plugin. Os plugins oferecem as mais variadas funções para que cada usuário possa personalizar e customizar seu WordPress segundo suas necessidades. Nesse artigo iremos ver como instalar um novo plugin e ainda listar alguns dos recursos mais recomendados para o seu WordPress.

Assim como os Temas, a instalação de Plugins também é feita através da área de administração do WP. Após se logar no Painel como administrador, acesse a opção “Plugins” e, em seguida, selecione “Adicionar novo”.

Caso já tenha um plugin em mente, e este esteja disponível no repositório do próprio WP (forma mais simples de instalação), basta procurar pelo plugin desejado no campo de busca, selecioná-lo e clicar em “Instalar”.

Após a instalação, é necessário ativar o plugin para que ele entre em funcionamento.

Se o plugin estiver em seu computador (no caso de ter feito o download ou comprado o plugin), por meio da própria seção Plugin, escolha a opção “Carregar plugin”, localizada no canto superior esquerdo da tela.

Selecione o arquivo de instalação compactado .zip e faça o upload para o seu WordPress. Aguarde o fim do envio do arquivo e, em seguida, selecione Ativar plugin.

Alguns plugins exigem que você insira os dados de FTP de sua hospedagem para realizar a instalação. Caso não se lembre dos dados, leia o artigo “Dados de FTP” em nossa Wiki.

Existe também um modo alternativo, onde é possível realizar a instalação do plugin através de transferência de dados para sua área de FTP. Para isso, utilize seu programa de FTP favorito, extraia o conteúdo do arquivo compactado e envie-os para a pasta plugins, localizada dentro do diretório wp-content (/wp-content/plugins). Vá até a seção Plugins do painel do WordPress e ative-o.

Agora que você já conhece as possibilidades de instalação, veja alguns plugins indispensáveis:

WP Super Cache – Se você procura ter um site em WordPress com performance e otimização é fundamental ter instalado o WP Super Cache. O plugin ajuda a reduzir consideravelmente o carregamento das páginas graças ao armazenamento em cache.

Akismet – Mantém seu blog protegido contra pessoas que praticam o SPAM. O plugin adiciona uma espécie de filtro nos comentários, separando automaticamente os comentários suspeitos do legítimos, evitando que informações indesejadas sejam publicadas.

Flare – O plugin Flare serve para você disponibilizar em seu WordPress o compartilhamento social de um artigo ou postagem. Você ainda pode escolher o posicionamento dos botões das suas redes sociais em sua página e os tipos de mídias sociais.

Contact Form 7 – Permite adicionar um formulário de contato com autenticação sem complicações. Apenas configure o e-mail que receberá a mensagem do formulário e insira o email responsável pelo envio da mensagem. Mas atenção: para que o plugin funcione corretamente, é necessário que o e-mail remetente seja do seu próprio domínio.

Sucuri Security – Contendo um conjunto de ferramentas para monitoramento da integridade, detecção de malware e proteção de segurança do WordPress, o plugin WordPress Sucuri Security é um dos plugins de segurança mais conhecidos atualmente. Além de seus serviços Premium e especializado, oferecem um plugin gratuito que está disponível no próprio repositório do WordPress.

WordPress SEO (by Yoast) – O plugin permite configurar quase tudo para SEO no seu blog ou site. Seu principal recurso é a avaliação feita em cada artigo, apontando pontos fortes e fracos para seu artigo ser encontrado no Google através de determinada palavra-chave.

Esses são apenas alguns dos plugins que consideramos essenciais de uma imensa lista de ferramentas e funcionalidades disponíveis no repositório oficial do WordPress. Portanto, independente do que deseja implementar em seu WordPress, saiba que é muito provável que exista um plugin que torne isso possível.

Leia também