Instalando Ruby on Rails no seu Cloud Ubuntu

Postado em: 2 de julho de 2015 - Por: Alberto Martins

rubyrails

Se você está procurando uma linguagem para iniciar no segmento de programação web, a plataforma Ruby on Rails é uma excelente escolha. Segundo especialistas, a principal característica que a linguagem oferece é a simplicidade no aprendizado e na usabilidade. Desenvolvedores em pouco tempo já conseguem compreender seu conceito e criar aplicações com agilidade e qualidade, graças aos diversos modelos de códigos disponíveis para implementação. Além disso, um programador Ruby on Rails mais avançado consegue facilmente interpretar um código escrito por terceiros, o que otimiza o processo de manutenção e desenvolvimento.

Sobre Ruby on Rails

Ruby é uma linguagem dinâmica, de código aberto, e tem como ponto central a simplicidade na produtividade. Basicamente, o Ruby segue o conceito de se fazer muito com pouco código.

Rails é um framework de desenvolvimento web, também de código aberto e otimizado para a produtividade sustentável. Assim como o Ruby, o Rails também é voltado para produtividade, utilizando conceitos como Convenção em vez de configuração (Convention over Configuration – CoC), Não Repita a Si Mesmo (Don’t Repeat Yourself – DRY), entre outros.

Neste artigo veremos como preparar um ambiente de desenvolvimento Ruby on Rails (linguagem Ruby + framework Rails) em um servidor com Ubuntu versão 14.04 no Cloud Server InfoLink. Este ambiente oferece total autonomia para usuários que precisam instalar e configurar aplicações, sites e bancos de dados, com flexibilidade para customização de recursos sob demanda.

Instalando o Rails

Após se logar em seu servidor virtual com o seu usuário com privilégios de root, digite os comandos para instalar o Rails:

apt-get install ruby-full rubygems-integration build-essential libcurl4-openssl-dev

Instalando o Apache

Em seguida, você precisa instalar o Apache (se você ainda não o tiver instalado):

apt-get install apache2 apache2-mpm-prefork apache2-prefork-dev

Instalando o MySQL

apt-get install mysql-server mysql-client

O próximo passo é instalar a gem MySQL:

apt-get install ruby-execjs ruby-mysql libmysqlclient-dev

Instale a gem MySQL:

gem install mysql

Em seguida, instale o Rails e suas dependências através da seguinte linha de comando:

gem install rails

Instalando o Passenger

O Phusion Passenger é um módulo para os servidores Apache e Nginx para rodar aplicações Ruby on Rails.

Para obter os arquivos da última versão estável do Passenger execute:

gem install passenger

Em seguida, execute o script de instalação do passenger apache2:

passenger-install-apache2-module

Edite os seguintes arquivos:

Coloque o seguinte em:

vim /etc/apache2/mods-available/passenger.load

LoadModule passenger_module /var/lib/gems/1.9.1/gems/passenger-5.0.11/buildout/apache2/mod_passenger.so

E adicione o seguinte em:

vim /etc/apache2/mods-available/passenger.conf

<IfModule mod_passenger.c>

PassengerRoot /var/lib/gems/1.9.1/gems/passenger-5.0.11

PassengerDefaultRuby /usr/bin/ruby1.9.1

</IfModule>

Para utilizar o mod_rewrite digite o seguinte comando:

a2enmod rewrite

Então, faça o Apache carregar o módulo passenger:

a2enmod passenger

Criando sua aplicação

Em seguida vá até a pasta publica e crie um novo projeto:

cd /var/www

rails new meuprojeto -d mysql

rake db:create

Edite o arquivo que faz conexão com banco de dados MySQL:

O próximo passo é editar as configurações do banco de dados no arquivo de configuração. Copie o arquivo de exemplo para config / database.yml:

vim config/database.yml

default: &default

adapter: mysql2

encoding: utf8

pool: 5

username: root

password: minhasenha

socket: /var/run/mysqld/mysqld.sock

Em seguida é necessário alterar o arquivo de configuração do apache:

vim /etc/apache2/sites-available/cloud534.hospedagem.w3br.com.conf

<VirtualHost *:80>

ServerName meudominio.com.br

DocumentRoot /var/www/meuprojeto/public

RailsEnv development

<Directory /var/www/meuprojeto/public>

AllowOverride all

Options -MultiViews

Require all granted

</Directory>

</VirtualHost>

Depois de criar o virtualhost no /etc/apache2/sites-availables você precisa habilitá-lo. Com isso serão criados links na pasta “/etc/apache2/sites-enabled”:

a2ensite meudominio.com.br

Para concluir a configuração do ambiente reinicie o Apache:

service apache2 restart

Pronto! Ambiente configurado.

Leia também