Como bloquear spams e seus subterfúgios

Postado em: 28 de agosto de 2015 - Por: Alberto Martins



internet_abuse_spam

Você já se perguntou por que os spams (aquelas mensagens eletrônicas não solicitadas, geralmente com conteúdo malicioso) conseguem chegar ao seu email de forma tão direcionada e nos horários em que você acessa a sua caixa de entrada? Isso acontece devido a um método de rastreamento chamado pixel tracking, em que mensagens são enviadas para o usuário com imagens ocultas que contêm códigos e links desenvolvidos para coletar informações do destinatário.

Assim, ao abrir uma mensagem com pixel tracking,  as imagens escondidas conseguem registrar o horário em que o email foi aberto, por onde foi aberto (webmail, smartphone, leitor de mensagens como o Outlook etc.), quanto tempo você permaneceu lendo a mensagem, se algum item foi clicado e por aí vai. Em alguns cenários, é possível até mesmo que os spammers – aqueles que enviam essas mensagens – saibam o seu endereço IP e outras informações sobre o seu computador, tablet ou smartphone.

Como evitar essa ameaça

Para combater esse tipo de ameaça, o Webmail InfoLink está pré-configurado para não exibir imagens externas e outros conteúdos vinculados da Internet, quando você abre ou visualiza uma mensagem.

Veja aqui como ativar ou desativar exibição de imagens no webmail.

Quando o webmail bloqueia o download automático de imagens em uma mensagem, a Barra de Informações, acima do corpo da mensagem, informa sobre a ação de bloqueio. Exemplo:

1

Dessa forma, as áreas da mensagem em que imagens bloqueadas poderiam aparecer não serão exibidas.

Observação: Quando configurada para permitir a exibição de imagens para remetentes conhecidos, as mensagens de email enviadas de ou para endereços de email e nomes de domínio que aparecem na Lista de Remetentes Confiáveis e na Lista de Destinatários Confiáveis do Filtro AntiSpam são tratadas como exceções e exibidas normalmente.

Uma das vantagens de impedir a exibição automática de imagens é que você também evita a visualização de material potencialmente ofensivo, ou seja, quando há conteúdo externo vinculado à mensagem. Além disso, em caso de conexão de internet com baixa largura de banda, o bloqueio permite que você escolha se uma determinada imagem justifica o tempo e o consumo de banda necessários para fazer o download.

226x143xghostery.png.pagespeed.ic.VTgStVWuaz

Outra forma de evitar esse tipo de rastreamento é não abrindo emails com pixel tracking ou bloqueando essa função. Para que você saiba com o que está lidando na sua caixa de entrada antes de abrir mensagens promocionais, existe uma extensão, compatível com os principais navegadores de internet, chamada Ghostery, que consegue identificar quais emails têm esse tipo de rastreamento.

2Quando você instala essa extensão no seu browser, sempre que for abrir seu webmail, sua caixa de entrada será analisada. E assim que um ou mais itens da mensagem com pixel tracking forem encontrados, uma notificação será exibida no ícone do app na barra de ferramentas do navegador.

Além de identificar mensagens com rastreadores dentro da sua caixa de entrada, ainda bloqueia esse mecanismo em alguns casos. Com isso, você poderá abrir os emails espiões sem correr o risco de ter suas informações bisbilhotadas.

Mas lembre-se, o filtro AntiSpam foi criado para identificar essas mensagens de email comerciais indesejadas. Caso esta mensagem ainda não tenha sido identificada, ao visualizar uma mensagem dessa natureza, marque-a como SPAM em seu webmail.

 

Leia também