Comitê Gestor da Internet recomenda moderação nas redes sociais

Postado em: 10 de junho de 2015 - Por: Érika Bazilio

social-media
O Comitê Gestor da Internet é o órgão regulador da internet no Brasil. Construído sob um modelo multissetorial, é composto por representantes do governo e da sociedade civil (empresários, terceiro setor e comunidade acadêmica). Responsável por estabelecer as diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da internet no país, o órgão também promove estudos e recomenda procedimentos para a segurança na rede. Sobre este último, faz parte do seu trabalho o lançamento de cartilhas de segurança para a internet.

O mais recente volume fala sobre as redes sociais. Separamos aqui algumas dicas da cartilha sobre os principais cuidados a serem tomados.

Proteja a sua vida profissional:

    • Cuide da sua imagem profissional
    • Ao usar redes sociais profissionais procure ser formal e evite tratar de assuntos pessoais
    • Antes de postar algo avalie se, de alguma forma, aquilo pode atrapalhar a sua carreira
    • Cuidado ao permitir que seus filhos usem o mesmo computador ou dispositivo móvel que você usa para tratar de assuntos profissionais

Alguns aplicativos, como jogos, divulgam automaticamente nas redes sociais, dependendo das configurações

  • Verifique se sua empresa possui um código de conduta e evite divulgar detalhes sobre o seu trabalho
  • Oriente seus familiares para não divulgarem informações sobre a sua empresa e vida profissional

Proteja a sua privacidade:

    • Considere que você está em um local público, que tudo que você divulga pode ser lido ou acessado por qualquer pessoa
    • Pense bem antes de divulgar algo, pois não é possível voltar atrás
    • Use as configurações de privacidade oferecidas pelos sites e seja o mais restritivo possível
    • Mantenha seu perfil e seus dados privados
    • Restrinja o acesso ao seu endereço de email  (Saiba melhor como proteger seu email no post que fizemos sobre o assunto)
    • Seja cuidadoso ao aceitar seus contatos e ao se associar a grupos
      Não confie na promessa de anonimato oferecida por algumas redes sociais e aplicativos de acordo com as informações divulgadas é possível inferir a sua identidade e de outras pessoas
    • Seja cuidadoso ao fornecer a sua localização
      Cuidado ao divulgar fotos e vídeos, pois ao observar onde eles foram gerados pode ser possível deduzir a sua localização
      Não divulgue planos de viagens e nem por quanto tempo ficará ausente da sua residência
      Ao usar redes sociais baseadas em geolocalização, procure fazer check-in apenas em locais movimentados e, de preferência, ao sair do local
      Cuidado ao confirmar sua presença em eventos públicos organizados via redes sociais

Respeite a privacidade alheia:

  • Evite falar sobre as ações, hábitos e rotina de outras pessoas
  • Não divulgue, sem autorização, imagens em que outras pessoas apareçam
  • Não divulgue mensagens ou imagens copiadas do perfil de pessoas que restrinjam o acesso
  • Tente imaginar como a outra pessoa se sentiria ao saber que aquilo está se tornando público

Este são apenas alguns pontos da cartilha que também traz informações sobre como proteger seu perfil e seus filhos na rede. Acesse aqui a cartilha e divulgue-a para o maior número de pessoas para que todos possam ajudar a aumentar a segurança na internet.

 

Leia também