5 sinais de que sua empresa deve entrar na nuvem o quanto antes

Postado em: 29 de agosto de 2016 - Por: Infolink

Cloud-computing.jpg

As soluções de cloud computing evoluíram de tal maneira que a dúvida de gestores financeiros e CIOs não é mais se eles vão entrar na nuvem, mas sim quando irão fazer isso.

É preciso que os gestores entendam o momento certo para esta mudança de plataforma, para que não desperdicem o potencial de um ambiente já instalado, mas que também não façam investimentos desnecessários em soluções que poderiam ser suportadas na nuvem por valores muito menores.

Dependendo do ambiente de TI atual de uma empresa, quanto mais tempo se leva para tomar a decisão de entrar na nuvem, maiores são os custos operacionais que acarretam em possíveis perdas para o negócio.

Mas como identificar o momento certo para esta mudança? Vejamos, no post de hoje, alguns sinais importantes que servem de alerta para a necessidade de sua empresa entrar na nuvem o quanto antes.

#1 Ambiente de TI está desatualizado

Um ambiente de TI desatualizado aumenta o risco de incidentes, costuma ter mais problemas de desempenho e demanda mais suporte da equipe de TI.

Seja em hardware ou software, a desatualização também aumenta os custos operacionais com equipe interna ou serviços de terceiros, e costuma apresentar incompatibilidades com novas versões de sistemas ou aplicativos utilizados na empresa.

Mas por que não investir em um ambiente atualizado? Esta costuma ser a primeira possibilidade avaliada. Ao ser comparada com um ambiente semelhante de cloud computing, os valores de investimento em nuvem são infinitamente menores, e com uma grande vantagem: ele não se desatualiza.

Dependendo do tipo de serviço contratado, a responsabilidade de atualização de hardware e software é do fornecedor do ambiente em nuvem, fazendo com que o contratante trabalhe em um ambiente sempre atualizado e preparado para atender as demandas do negócio.

#2 Sua equipe perde muito tempo gerenciando serviços de infraestrutura

Quanto maior o ambiente, mais complexa a gestão. Uma equipe de TI deve atender o tempo todo as demandas dos usuários, seja para corrigir incidentes ou implantar novas funcionalidades.

O atendimento a serviços básicos de infraestrutura toma tempo em excesso da equipe, sendo que muitos desses poderiam ser automatizados ou realizados com muito mais agilidade se fosse adotado um ambiente em nuvem.

A maior vantagem ao entrar na nuvem para a equipe de infraestrutura de TI é que boa parte dos recursos deixam de ser físicos e se tornam virtuais. Sendo assim, a instalação de um novo servidor ou desktop pode ser realizada em poucos minutos.

Grande parcela da demanda dos usuários pode ser realizada remotamente. Muitos ambientes na nuvem já fornecem diversos aplicativos prontos e pré-configurados, reduzindo drasticamente o tempo de gestão e operação destes serviços.

#3 Seus usuários estão solicitando mais mobilidade

Uma das maiores demandas dos tempos atuais é a necessidade por mais mobilidade. O avanço dos dispositivos móveis faz com que os usuários queiram acessar seus serviços corporativos de qualquer local por meio de seus dispositivos.

Disponibilizar estes acessos de um ambiente de TI local até é possível, mas este serviço irá competir com a infraestrutura atual, e provavelmente, serão necessários novos investimentos em links de internet ou até mesmo servidores.

Ao se utilizar um ambiente em nuvem, toda a responsabilidade por conectividade e disponibilidade é do próprio fornecedor. Os gestores de TI se responsabilizam apenas por garantir que os acessos sejam disponibilizados de acordo com as políticas de segurança adotadas.

#4 Sua infraestrutura de TI tem muitas demandas sazonais

Muitas empresas realizam altos investimentos que passam boa parte do tempo subutilizados, pois têm uma demanda somente em dias específicos da semana ou do mês.

Este tipo de situação é muito comum em dias de pagamento de salários, por exemplo, quando o setor de RH utiliza toda a capacidade do seu ERP. Outro caso comum é com empresas de varejo, principalmente as que possuem e-commerce: quando o setor de marketing anuncia alguma promoção, os servidores costumam ser sobrecarregados.

Ao se investir em um ambiente local (on premise), estas situações geram duas possibilidades: ou a empresa realiza altos investimentos que serão utilizados poucos dias em um mês, ou corre o risco de ter uma parada e perder negócios e produtividade.

As soluções em nuvem, hoje, oferecem uma modalidade de investimento diferente, onde o cliente utiliza seus serviços sob demanda, e “devolve” quando não precisar mais daqueles recursos contratados, pagando somente pelo que foi utilizado.

Isto só é possível devido aos avanços dos serviços de virtualização e cloud computing, que permitem que os servidores sejam replicados automaticamente quando têm uma demanda solicitada, e sejam desligados assim que ela deixe de existir. A própria solução de nuvem contabiliza o tempo utilizado de cada recurso e a empresa contratante paga somente pelo tempo que foi utilizado.

#5 Você está constantemente preocupado com a segurança da informação

A segurança da informação costuma ser a preocupação número um de gestores em relação ao seu ambiente de TI. Diariamente, surgem milhares de novas ameaças que podem colocar em risco os dados da empresa e a proteção dos usuários.

Cuidar da segurança de TI em um ambiente local requer investimentos em soluções avançadas contra ataques externos e ameaças de dentro da própria empresa, como antivírus e controle de acesso a dispositivos.

Manter um ambiente de TI seguro também requer uma equipe com capacidade para garantir que os serviços estejam sempre atualizados e realizar o monitoramento adequado, tomando providências sempre que necessário.

Ao entrar na nuvem, um ambiente de TI não dispensa cuidados com segurança, mas boa parte da proteção passa a ser de responsabilidade do próprio fornecedor dos serviços de cloud computing. Esta proteção deve estar relacionada principalmente a ameaças externas, evitando que hackers ou pessoas não autorizadas acessem os serviços da empresa, e deixando para a equipe de TI a realização das configurações corretas de acesso aos dados corporativos.

Quanto antes uma empresa identificar que está na hora de entrar na nuvem, melhor para o negócio. Além da redução de custos operacionais e necessidade de menos investimentos, o tempo economizado pela equipe de TI pode ser direcionado para a busca de novas soluções estratégicas, fazendo com que seus gestores passem menos tempo resolvendo problemas e se dedicando mais na busca por soluções inovadoras para o negócio.

E a sua empresa, já está pronta para entrar na nuvem? Conheça as nossas soluções de cloud computing e até a próxima. 

Leia também